Nùcleo de Teatro de Rua ELT

Monday, April 17, 2006

Sobre Material Teórico

1. O que podemos considerar como sendo "material teórico"?

1.1 Como se caracteriza a pesquisa acadêmica?

Esta pergunta pode ser respondida de muitas formas. Pesquisar significa, de forma bem simples, procurar respostas para indagações propostas. Minayo (1993), vendo por um prisma mais filosófico, considera a pesquisa como "atividade básica das ciências na sua indagação e descoberta da realidade. É uma atitude e uma prática teórica de constante busca que define um processo intrinsecamente inacabado e permanente. É uma atividade de aproximação sucessiva da realidade que nunca se esgota, fazendo uma combinação particular entre teoria e dados". Demo (1996) insere a pesquisa como atividade cotidiana considerando-a como uma atitude, um "questionamento sistemático crítico e criativo, mais a intervenção competente na realidade, ou o diálogo crítico permanente com a realidade em sentido teórico e prático".
1.2 Quais tipos de pesquisa têm sido mais úteis à produção de material teórico em artes cênicas?
Dentro de meio acadêmico, as pesquisas qualitativas, utilizando as linhas de raciocínio dialético e fenomenológico, têm ocorrido com maior frequência (dentro do material acadêmico buscado aqui).
As pesquisas documentais, acerca de materiais não-tratados analiticamente, têm sido bastante úteis, considerando que há uma série de publicações no meio teatral onde há discussões, mesas redondas, relatos de processos de criação pelos grupos, entrevistas, críticas – materiais que não necessariamente atendem os paradigmas da pesquisa acadêmica mas que acrescentam significativamente ao acúmulo de material teórico sobre teatro. Como exemplos de publicações "O Sarrafo", publicações de grupos teatrais ("Caderno do Folias" do Folias d’Arte, revista "Vintém" da Cia do Latão, ...),

2. Como tem se organizado o material teórico sobre o teatro de rua na contemporaneidade?

2.1 Onde foi feita a busca?

Locais de Busca –
Acervo das bibliotecas: USP, UNESP, UNICAMP, Instituto Itaú Cultural
Publicações sobre teatro – Revistas e Jornais: "O Sarrafo", "Caderno do Folias", "Vintém", "Revista Contravento",
Buscador: Google (o critério de seleção para as ocorrências procurou focar o que estivesse relacionado a: grupos de teatro que trabalham ou dialogam em certos momentos com a rua, entrevistas com representantes significativos da cena teatral brasileira que falem sobre o teatro de rua, artigos que enfoquem diretamente a prática do teatro de rua)
2.2 Quais foram e como se caracterizam os materiais encontrados?
Há uma série de materiais, dentro da produção das três universidades cujos acervos foram pesquisados, que discorrem sobre o teatro de rua como instrumento de mobilização social - o teatro de rua como meio de reintegração social de populações marginalizadas, como ferramenta de educação na transmissão de informações de saúde pública – porém há pouco material voltado para o teatro de rua como principal objeto de estudo.
Na verdade, poucos estudos têm como foco principal o teatro de rua.
A maior parte do material disponível encontrado foi sobre manifestações de rua populares como as festas juninas, folia de reis e outras festas de cunho religioso; os mamulengos; a literatura de cordel; além de outros elementos que fazem parte da cultura de rua afastada dos grandes centros urbanos. Como o teatro de rua se insere na cultura popular, publicações que retratam a diversidade da cultura popular brasileira também foram considerados importantes para o estudo do teatro de rua. No entanto, foram incluídos aqui os materiais que enfocam a descrição geral e a relação dessas manifestações populares com a vida nas cidades e não foram incluídos materiais que aprofundam aspectos específicos de cada manifestação (por exemplo, as publicações que aprofundam a análise literária dos cordéis).

a) Dissertações de Mestrado:
Souza, Eliene Benicio de "Teatro de rua : uma forma de teatro popular no nordeste" ECA – USP, 1999
Essa dissertação propõe-se a estudar o teatro de rua como uma forma de teatro popular no nordeste do Brasil, analisando os principais grupos de teatro quanto sua formação, organização interna, processo criativo, aproveitamento do folclore nos espetáculos e a participação do publico. A atuação desses grupos junto ao contexto sócio-cultural foi analisada também, observando-se o surgimento de um movimento de teatro de rua, na década de 80, naquela região. O conceito popular foi definido, bem como a caracterização do teatro de rua do nordeste para que este pudesse ser identificado como uma forma de teatro popular.
(Pesquisa exploratória, de levantamento)

b) Monografias:
Batista, Daniel Machado "O Galpão e a Rua: o teatro de grupo de Minas Gerais em um Brasil que se redemocratizava (1979-1985)" UNESP, 2005 (para conclusão do curso de História)

c) Artigos e entrevistas publicados de jornais, revistas, internet:
ALVES Adailton Políticas Públicas de Cultura e os Artistas Paulistas http://www.cooperativadeteatro.com.br/portal/articles.php?id=47&page=2
ANDREAZZA, José Carlos Teatro de Rua no Percurso de um Ator http://www.cooperativadeteatro.com.br/portal/articles.php?id=47&page=5
CARREIRA, André. Teatro de Rua Depois dos Anos do Autoritarismo. Revista Cadernos de Classe. ___Universidade de Brasília. Nº. 0. 1988.
CARREIRA, André Teatro de Rua: mito e criação no Brasil Revista Arte online UDESC, 2004 http://www.ceart.udesc.br/Revista_%20Arte_Online/Volumes/artandre.htm
CORREIA, André de Brito Teatro de Rua Radical:arte, política, espaço público urbano Universidade de Coimbra http://www.ces.fe.uc.pt/publicacoes/oficina/192/192.pdf (artigo que relata pesquisa bibliográfica e de cunho explicativo sobre o que o autor português chama de Teatro de Rua Radical)
KRUGLI, Ilo Tocar e Olhar no Inusitado http://www.cooperativadeteatro.com.br/portal/articles.php?id=47&page=4
Maia, Reinaldo. Brecht visto da rua ou o teatro de todos os dias Caderno do Folias,2001
MARIANO, Clayton Dos movimentos para atravessar a rua Revista Contravento 1
SCHAPIRA, Cláudia Teatro de rua, teatro na rua, teatro da rua,teatro para rua, teatro com a rua? http://www.cooperativadeteatro.com.br/portal/articles.php?id=47&page=3
SERRONI, J.C. Sobre os limites do palco e seu rompimento Revista Contravento 1
Entrevistas no Portal da Cooperativa Paulista de Teatro:
Francesco Zigrino, Cida Almeida, Alexandre Roit
http://www.cooperativadeteatro.com.br/portal/articles.php?id=48&page=2

d) Livros:
BORBA FILHO, Hermilo Apresentação do bumba meu boi Imprensa Universitária 1966
BORBA FILHO, Hermilo Fisionomia e espírito do mamulengo Companhia Nacional, 1966
BRANDÃO, Carlos A cultura na rua Editora Papirus, Campinas 1989
Brandão, Carlos"Grupo Galpão : Diario de montagem UFMG, Belo Horizonte, 2003
Cruciani, Fabrizio Teatro de rua / / Fabrizio Cruciani, Clelia Falletti ; tradução de Roberta Baarni ; com o capítulo Teatro de rua no brasil de Fernando Peixoto, escrito a pedido dos autores São Paulo : Hucitec, 1999
(Texto das peças e diário dos processos do grupo Galpão na montagem das peças: "Romeu e Julieta", "A rua da amargura", "Um doente imaginário", "Partido")
FERNANDES, JOSÉ LOUREIRO Congadas Paranaenses 1977
FROTA, Lélia Coelho Pequeno Dicionário da arte do povo brasileiro
MOURA, Carlos Eugênio Marcondes de O teatro que o povo cria (pesquisa pormenorizada, publicação a partir de sua tese de mestrado que estudou a criação dos "Cordões de Pássaros", reunião de espetáculos de rua com encenação e dramaturgia próprios de cada cordão, no Pará)
QUEIROZ, Maria Isaura Comunicação e cultura popular Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, ECA USP 1971
SANTOS, FERNANDO A.G. Mamulengo - um povo em forma de bonecos Funarte 1979

e) VHS:
(disponíveis do Instituto Itaú Cultural)
Aruanda
Cordel e os Cordelistas
De raízes e rezas
Laço de fita – Folclore do Piauí

1 Comments:

  • Christiano
    Muito boa a iniciativa deste blog. Pena que não o conheci antes! Apesar de parecer desativado, espero que vc ainda o abra de vez em quando. E também que tenha prosseguido em suas buscas relacionadas com o teatro de rua. Hoje há mais material sendo escrito sobre ele. O próprio Adailton tem escrito algumas coisas (inclusive sua dissertação de mestrado); eu também escrevi uma dissertação sobre o Tá na Rua (UNIRIO-1998) e alguns livros foram publicados. Abraços.

    By Blogger ana carneiro, at 2:51 PM  

Post a Comment

<< Home